Caem juros do cartão de crédito

Os juros médios cobrados no cartão de crédito tiveram queda em agosto, em comparação com julho. A única linha que teve alta no período foi a do parcelamento, que subiu de 6,86% mensais em julho para 7,03% mensais em agosto. Os dados são da pesquisa mensal realizada pela Agência Estado entre os dias 27 e 30 do mês passado.Os juros médios cobrados proporcionalmente aos dias de atraso no pagamento de parcelas caíram de 10,09% ao mês em julho para 10,07% ao mês em agosto. No crédito rotativo, em que os juros incidem sobre o saldo da parcela, a cobrança média mensal foi de 9,89% no mês passado, contra 9,92% em julho. Para clientes que fazem saques diretamente em caixas eletrônicos, a taxa média mensal em agosto foi de 9,95%, queda de 0,04 ponto percentual.O Banco Mercantil de São Paulo cobrou os maiores juros para atraso no pagamento, saque e rotativo. As taxas mensais foram de 12,94% (atraso e rotativo) e de 14,10% (saques). O Unibanco cobrou os maiores juros para parcelamento de compras: 11,90% ao mês. O HSBC foi a instituição que cobrou as menores taxas: 3,50% para todas as modalidades.É preciso lembrar que cada instituição tem uma forma de cobrança de juros, que varia de acordo com o cliente e as taxas apresentadas aqui representam as máximas das instituições que cobraram mais e as mínimas das que cobraram menos. Para ver todas as taxas cobradas pelas instituições, veja os links abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.