Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Caetano Veloso ganha biografia 'comunitária'

O conceito de crowdsourcing ainda não havia chegado às biografias. Com o lançamento da comunidade "Biografia do Caetano" no Facebook na semana passada, essa lacuna foi preenchida.

O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2013 | 02h07

Criada pelos fundadores da Agência Mojo, em poucos dias a página foi inundada de links para matérias, fotos, entrevistas, vídeos e GIFs animados do compositor. Na sexta-feira, contava com quase 3,8 mil fãs. "No primeiro dia, recebemos mais de 300 colaborações. No segundo, já havia mais de 800 para analisar", conta Danilo Corci, um dos sócios da Mojo.

O projeto faz parte do relançamento da editora da agência, a Mojo Books. De quebra, ironiza o posicionamento de artistas como Chico Buarque, Gilberto Gil e o próprio Caetano, que fazem campanha contra mudanças no Código Civil que facilitarão as biografias não oficiais.

Ainda assim, Paula Lavigne, empresária do cantor, elogiou a comunidade. Os sócios da Mojo desconfiam: "Falar que ela 'gostou' é uma maneira de tentar esvaziar a nossa iniciativa."

E por que Caetano foi escolhido para o projeto? "Por que um dia ele cantou 'É Proibido Proibir'", brinca Corci. / CAMILO ROCHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.