Café futuro cai, puxado por outros mercados

Os contratos de café arábica com vencimento em julho recuaram 2,57% ontem na bolsa ICE Futures U.S.. A matéria-prima sofreu pressões por todos os lados: dólar em alta, vendas por realizações de lucro e queda em quase todos os mercados, incluindo ações, petróleo e outras commodities agrícolas. A ausência de geada no Brasil contribuiu para a baixa. Há analistas com expectativa de recuo no curto prazo (dada a valorização recente), mas o café tem projeções de estoques apertados e demanda firme.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.