Cafeicultores querem R$ 1,3 bilhão para financiamento

As principais lideranças da cafeicultura brasileira deverão se reunir em Belo Horizonte, na quinta-feira, para elaborar a pauta de reivindicações do setor a ser entregue ao ministro da Agricultura, Pratini de Morais. Segundo o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Oswaldo Henrique Paiva Ribeiro, entre os principais pontos a serem incluídos na proposta está um pedido de liberação de R$ 1 3 bilhão para a colheita, custeio e comercialização.Até agora, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a liberação de R$ 250 milhões, do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para o custeio. Segundo Paiva, os cafeicultores deverão reivindicar também uma política de comercialização, para ordenar o escoamento da safra 2002/2003, que deverá ser colhida a partir de maio e está estimada entre 38 e 40 milhões de sacas. "Temos de buscar também uma fórmula que garanta a renda mínima ao produtor rural, uma vez que o excesso de oferta poderá agravar ainda mais a crise do setor", afirmou o presidente do CNC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.