Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Caged: SP gera mais vagas, mas Nordeste supera Sudeste

O Estado de São Paulo gerou 45.275 postos de trabalho com carteira assinada em setembro. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça-feira, 16, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), esse é o maior saldo para o mês dos últimos três anos.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

16 de outubro de 2013 | 14h56

Depois de São Paulo, mereceram destaque os Estados de Pernambuco (29.988), Alagoas (16.285), Paraná (15.925) e Rio de Janeiro (15.653). Os Estados que mostraram desempenho recorde para o período, de acordo com o MTE, foram o Pará, com a expansão de 7.317 postos de trabalho, e a Paraíba (6.618).

O único Estado que não obteve aumento do mercado de trabalho em setembro foi Rondônia, com o fechamento de 72 postos. O resultado foi devido principalmente à redução de 611 vagas de trabalho na construção civil.

Com os resultados positivos dos Estados do Nordeste em setembro, a região foi responsável pela criação líquida de 78.167 postos no mês, superando o Sudeste, tradicional líder na geração de vagas de trabalho. No mês passado, o Sudeste criou 72.612 empregos, enquanto o Sul foi responsável pela geração de 38.003, o Norte, por 11.552 e o Centro-Oeste, por 10.739.

Tudo o que sabemos sobre:
empregoCagedsetembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.