Cai a intenção do carioca em comprar presente para a mãe

A intenção de dar presentes no Dia das Mães este ano de diminuiu de 70,20% em 2003 para 65,08% este ano entre os moradores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, revela pesquisa divulgada hoje pela Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) com 693 consumidores. No entanto, setores que dependem mais de financiamento para vender, como o de eletrodoméstico (aumento de 29,17%), podem ter um desempenho melhor que no ano passado. Apesar da pesquisa, a Fecomércio-RJ diz que o comércio tem boas expectativas para a data porque 80,93% dos cariocas ainda não compraram os presentes, percentual superior aos 75,36% registrados nessa mesma época do ano passado. Segundo a entidade, este ano, o valor médio gasto por pessoa deve ficar em R$ 104,71, mas grande parte dos entrevistados (48,78%) pretende gastar até R$ 50. Do total de participantes da pesquisa, 64,52% disseram que pagariam à vista.Caiu o interesse por produtos como flores, CDs e jóias e bijuterias.O presente mais citado foi roupa, com 25,06%, seguido por perfume/cosmético (10,42%), eletrodomésticos (9,53%), calçados/bolsas (6,21%), telefone celular (6,21%) e utensílios para o lar (5,32%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.