Cai a venda de ovo de Páscoa

As vendas de ovos de Páscoa no varejo ficaram abaixo do ano passado, segundo sondagem com 200 empresários do setor pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio), entre os dias 15 e 20. A queda média foi de 7,39% e chegou a ser superior a 20% para 34,8% dos entrevistados. Somente 4,3% afirmaram ter registrado um aumento maior do que 20% nas vendas. Mas mesmo com um desempenho negativo, 52,2% dos lojistas de acordo com a pesquisa, afirmaram que a Páscoa correspondeu às expectativas. "Significa que esses comerciantes já esperavam um resultado de queda", diz o economista Fábio Pina, responsável pela pesquisa. "Se o poder de compra do consumidor está cada vez mais reduzido é natural que ele racionalize seus gastos".As grandes redes não divulgaram resultados, mas nos supermercados era possível encontrar hoje quase todas as marcas à venda. Os ovos tiveram aumento médio de 30% este ano com a alta do dólar que influiu no preço do cacau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.