Cai a zero CPMF nas operações de transferência de crédito

Por meio da Medida Provisória 340, publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, o governo reduziu a zero a cobrança da CPMF nas operações de portabilidade do crédito. Essa era a medida que faltava para eliminar os custos da operação de liquidação antecipada de crédito para transferência da dívida para outro banco. O governo aposta que essa medida poderá aumentar a concorrência do sistema financeiro e assim promover a redução dos spreads bancários. A MP define que a isenção de CPMF vale "desde que a referida liquidação esteja vinculada à abertura de nova linha de crédito, em valor idêntico ao do saldo devedor liquidado antecipadamente". A MP também isenta de CPMF a transferência de recursos da conta-salário para contas correntes de mesma titularidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.