Cai o volume de cheque sem fundo em agosto

O volume de cheques devolvidos por falta de fundos, em relação ao total de compensados, apresentou redução de 8% em agosto, comprado ao mês anterior. Este é o resultado do levantamento nacional da Serasa. De acordo com a pesquisa, em agosto deste ano, foram devolvidos 12,7 cheques em cada mil compensados. Em julho, o número de devoluções foi de 13,8 cheques.Na comparação com o mesmo perído do ano passado, o estudo indicou que o índice de cheques sem fundos também sofreu queda. De acordo com a Serasa, no oitavo mês de 2001, foram devolvidos 14,1 cheques em cada mil compensados, representando recuo de 9,9% em relação a agosto de 2002.O levantamento da Serasa revelou que a média dos primeiros oito meses de 2002 registrou em aumento de 10% no volume de cheques devolvidos, em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado de janeiro a agosto de 2002 , a média das devoluções de cheques sem fundos foi de 14,2 em cada mil compensados. No mesmo período em 2001, a média foi de 12,9 cheques devolvidos em cada mil compensados.Cheque sem fundos O cliente de banco que emite cheque sem fundos está sujeito a uma série de problemas. O primeiro deles são as restrições que ele sofre em seu crédito. Como seu nome acaba em algum serviço de proteção ao crédito, como o Serasa, dificilmente algum estabelecimento aceitará algum pagamento em cheques enquanto seu nome estiver sujo. Ele também não poderá ter acesso a financiamentos, pois as financeiras não dão empréstimos àqueles que são considerados maus pagadores. De acordo com a Federação Nacional dos Bancos (Febraban), ainda há a questão dos custos, pois os bancos cobram uma tarifa de devolução de cheques. Caso o cliente tenha cheque especial, ainda pagará os juros da conta negativa e, se o valor do cheque exceder o limite e o mesmo for compensado, haverá multa por excesso de utilização do saldo. Se o cliente não possui cheque especial e o banco autorizar o pagamento do cheque, o cliente não arcará com o custo de devolução do cheque, mas, também nesse caso, terá que pagar uma multa por excesso de utilização do saldo e juros proporcionais ao período em que a conta ficar negativa. Veja, nos links abaixo, matérias sobre inadimplência e sobre como limpar seu nome.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.