Cai o volume de protestos no Sudeste

Segundo estudos da Serasa, o número de protestos do mês de julho na região Sudeste - São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo - tiveram uma queda de 1,8% em comparação ao mesmo mês de 1999. Apesar da queda, os protesto de pessoa física aumentaram 2,5% no período e os protestos de pessoa jurídica recuaram 4,1%.Número de protestos recua 20,3% no primeiro semestre do anoNo período acumulado de janeiro a julho deste ano, o total de protestos teve uma queda de 20,3% em comparação a igual período do ano passado. Os protestos de pessoa física tiveram um recuo de 18,2% e os protestos de pessoa jurídica tiveram queda de 21,3% no acumulado deste ano em relação ao acumulado de 1999.A participação de pessoas físicas em títulos protestados no acumulado deste ano foi 33,7% e em 1999, 32,9%. Já em 1998, foi 35,9%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.