Cai procura por financiamentos do BNDES

As liberações de recursos do BNDES, de R$ 2,147 bilhões em janeiro, apesar de representarem aumento de 30% em relação a janeiro do ano passado, mostram que a demanda de crédito para investimento é fraca. As consultas, que representam a primeira fase de quatro etapas até a liberação de recursos, registraram queda de 42% sobre janeiro de 2003, que já havia sido um período de baixa demanda.Do total desembolsado em janeiro, 81,51% foram por meio de agentes financeiros. Ou seja, o banco estatal de fomento só fez operações diretas no valor de R$ 397 milhões, basicamente de apoio às exportações de veículos automotores e dos aviões fabricados pela Embraer, optando por operar por intermédio de terceiros. Em 2003, a participação dos agentes financeiros nas operações do banco representaram cerca de 55%.Os dados do BNDES mostram também um forte aumento de operações para o setor rural, que recebeu R$ 600 milhões do banco no mês passado. Isso representa 28% do total, bem acima dos 3% em 2003. Esse porcentual é quase o dobro dos empréstimos para o setor de infra-estrutura, que recebeu apenas R$ 332 milhões no mês passado. A "ruralização" do banco resulta do apoio para a comercialização de máquinas agrícolas. Os empréstimos para o setor industrial somaram R$ 1,051 bilhão, ou 49% do total no mês passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.