Cai projeção de inflação, mostra pesquisa do BC

A pesquisa semanal feita pelo Banco Central com um grupo de cerca de 80 instituições financeiras e empresas de consultoria mostrou mais uma vez queda em todas projeções de inflação medidas pelo IPCA. As projeções de mercado para o IPCA de 2003, por exemplo, caíram de 11,84% para 11,59% na pesquisa semanal. Esta foi a terceira queda consecutiva nas estimativas de IPCA para 2003, que estavam em 12,13% há quatro semanas. As previsões de IPCA para 2004 recuaram de 7,43% para 7,39%. Esta foi a quarta queda seguida nas estimativas, que estavam em 7,60% há quatro semanas. As estimativas de IPCA em 12 meses a frente foram reduzidas na mesma pesquisa de 7,76% para 7,44%. Esta é a terceira redução consecutiva das estimativas, que estavam em 8,22% há quatro semanas. As previsões de IPCA para junho caíram pela quarta vez consecutiva de 0,44% para 0,40%. Há quatro semanas essas estimativas estavam em 0,60%. As previsões de IPCA para julho também caíram e foram reduzidas pela quarta vez consecutiva de 1,27% para 1,20%. Há quatro semanas essas estimativas estavam em 1,40%. Cai projeção da taxa média do dólar As projeções de mercado para a taxa média de câmbio em 2003 caíram de R$ 3,24 para R$ 3,23 na pesquisa semanal feita pelo Banco Central. As previsões de taxa média de câmbio para 2004 recuaram de R$ 3,44 para R$ 3,43. As estimativas de taxa de câmbio nos finais de 2003 e 2004 ficaram estáveis em R$ 3,30 e R$ 3,50. As previsões de mercado para a taxa Selic no fim de 2003 e de 2004 também ficaram inalteradas em 21% e 16,50% ao ano, respectivamente. Cai projeção da dívida líquidaAs projeções de mercado para dívida líquida do setor público em 2004 caíram de 53,50% do PIB para 53,35% do PIB na pesquisa semanal feita pelo Banco Central. As estimativas de dívida líquida do setor público para 2003 permaneceram estáveis em 55% do PIB. As previsões de crescimento do PIB para 2003 e 2004 também ficaram inalteradas em 1,80% e 3%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.