Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Caixa assina hoje 1º contrato de financiamento para exportação

A Caixa Econômica Federal informou que assinará hoje seu primeiro contrato de financiamento para exportação, dentro da linha de financiamentos BNDES-EXIM, disponibilizada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para apoiar as vendas externas de empresas brasileiras. O contrato, no valor de US$ 70 mil, será assinado com a Indústria Metalúrgica UTZ Ltda, de Novo Hamburgo (RS). Os recursos serão utilizados para fabricação de sacos picotados em rolo, a serem exportados para o Equador.O financiamento será concedido pelo prazo de 18 meses, 12 deles no período anterior à realização da exportação, e poderá ser pago seis meses após o embarque ou cinco dias úteis após o fechamento do câmbio relativo à exportação. Os prazos de financiamento e embarque são contados a partir do 15º dia subseqüente à data da formalização da operação. A liberação será em parcela única, com correção pela TJLP (taxa de juro de longo prazo) e juros de 7,5% ao ano.Créditos comerciais crescem 128% em 3 anosA Caixa informou, também, que aumentou a liberação de créditos comerciais de R$ 15,7 bilhões em 2002 para R$ 35,8 bilhões em 2005, o que representa um crescimento de 128%. De 2004, quando esses empréstimos somaram R$ 25,9 bilhões, para 2005, houve um crescimento de 38%.A Caixa informou também que, de 2003 a 2005, disponibilizou, para empresas e pessoas físicas, um total de R$ 81,9 bilhões, como parte de seu esforço para conquistar mais espaço como banco comercial. Já os empréstimos sob consignação cresceram 26,8% de 2004 para 2005, de R$ 4,1 bilhões para R$ 5,2 bilhões.Segundo a Caixa, os dados sobre empréstimos a empresas representam uma guinada histórica na concessão de créditos pela instituição, antes mais voltada para pessoa física, sobretudo pela via de financiamentos habitacionais. Em 2005, as 600 mil empresas clientes da instituição tomaram empréstimos no valor de R$ 16,4 bilhões, um crescimento de 249% ante os R$ 4,7 bilhões emprestados em 2002. Dentre esses clientes, informa a Caixa, 97% são micro e pequenas empresas.

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2006 | 12h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.