coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Caixa atribui reclamações ao Plano Bresser

A Caixa Econômica Federal (CEF), que lidera a lista dos cinco bancos que mais foram alvo de reclamações em agosto, atribuiu o fato ao Plano Bresser. "Os dados do ranking do Banco Central (BC) ficaram contaminados pelo grande número de pessoas que procuraram nossas agências entre maio e junho com a intenção de saber se tinham contas de poupança em 1987", explicou o ouvidor da Caixa, Paulo Roberto dos Santos.No final de maio, foi extinto o prazo para que os poupadores prejudicados pelo Plano Bresser pedissem na Justiça a recuperação das perdas geradas pela mudança de indexador da poupança. O problema, de acordo com Paulo Roberto, é que identificar a titularidade da conta de poupança naquele ano não é um trabalho fácil de ser realizado. "Temos de levar em conta que, naquela época, não era exigida a apresentação do CPF para a abertura de uma conta de poupança e também que as informações ainda eram armazenadas em microfichas", explicou.Em conseqüência, muitos dos clientes que procuraram a Caixa e não conseguiram a informação necessária acabaram procurando a central de atendimentos do BC e fazendo a queixa contra a instituição. O fato do aumento das reclamações só ter aparecido em agosto, de acordo com o ouvidor da Caixa, pode ser explicado pela greve dos servidores do BC feita entre os dias 3 de maio e 15 de junho. "A greve provocou um represamento das informações e levou o BC a não atualizar os dados em junho e julho", disse.

GUSTAVO FREIRE, Agencia Estado

09 de outubro de 2007 | 16h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.