Caixa começa a financiar pelo SFI

A partir de amanhã, a Caixa Econômica Federal começa a financiar a compra da casa própria dentro do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). Com este sistema, a Caixa quer ampliar a oferta de recursos para o financiamento de imóveis, que hoje conta somente com os recursos do FGTS e da poupança. No novo sistema, a instituição vai captar recursos da seguinte forma: com base em financiamentos dados a mutuários antigos, a Caixa vai emitir títulos e vendê-los no mercado. O dinheiro captado será direcionado aos novos financiamentos.Lançado há três anos, o SFI não deslanchou porque a Caixa vinha encontrando dificuldades em achar instituições interessadas na compra dos títulos. De acordo com informações da assessoria da Caixa, já há grupos de instituições, tanto públicas como privadas, que demonstraram interesse no novo sistema de financiamento. As regras do SFI prevêem que o imóvel poderá ser retomado a partir de três meses seguidos de atraso nas prestações. Isso ocorrerá a partir de um processo administrativo, e não judicial - como ocorre no Sistema Financeiro da Habitação (SFH). O maior problema é que o consumidor deve considerar a possibilidade de ficar inadimplente por três meses consecutivos - o que pode ocorrer, por exemplo, na eventualidade da perda do emprego ou doença grave na família - no período do contrato (até 20 anos).As demais regras, no entanto, são semelhantes às do SFH, como o limite de empréstimo de R$ 180 mil, juros de 12% ao ano mais a TR e prazo de financiamento de até 20 anos. Poderão obter o financiamento os mutuários com renda a partir de doze salários mínimos.

Agencia Estado,

31 de outubro de 2000 | 07h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.