Caixa e BB vão financiar concessões de rodovias federais

O ministro dos Transportes, Paulo Passos, anunciou nesta quinta-feira que o Banco do Brasil e a Caixa vão oferecer financiamentos ao grupos interessados em disputar os nove lotes de rodovias que serão concedidas em 2013.

ANNE WARTH, Agencia Estado

27 de dezembro de 2012 | 15h56

As condições dos empréstimos serão as mesmas ofertadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES): TJLP mais até 1,5% ao ano, carência de até três anos, amortização de até 20 anos e grau de alavancagem de 65% a 80%.

O ministro negou que a medida seja uma forma de aliviar o peso do BNDES nos financiamentos de investimentos em infraestrutura. "Isso diversifica. Em vez de ter um agente, serão três, o que dará mais velocidade às negociações", afirmou.

Passos disse ainda que Caixa, Banco do Brasil e BNDES vão estruturar fundos de investimento para participar do capital das futuras concessionárias. Esses fundos não vão participar do processo licitatório e passarão a integrar o capital das concessionárias em uma segunda etapa. "É portanto um sócio estratégico, que entra depois do leilão, uma noiva cobiçada", afirmou.

"É muito mais razoável trabalhar com a ideia de um fundo que possa fazer suas opções junto a empresas que já tenham se sagrado vencedoras no certamente licitatório", acrescentou. O ministro disse que os fundos não poderão ter participação majoritária nas concessionárias.

O ministro disse que as medidas têm a intenção de criar todas as condições de atratividade para as concessões rodoviárias. Ele descartou a possibilidade de que o governo reveja a taxa de retorno dessas concessões, de 5,5% ao ano. "Não se pode examinar taxa de retorno isoladamente. É preciso analisar isso em conjunto com as condições de financiamento oferecidas pelo governo", afirmou.

Os financiamentos e os fundos já estarão disponíveis em janeiro, quando o governo vai licitar trechos da BR-040 e BR-116. Outros sete lotes serão concedidos ao longo de 2013. A Empresa Brasileira de Projetos (EBP) entregou os estudos que vão embasar os editais desses trechos no último dia 20.

Tudo o que sabemos sobre:
BBcaixarodovias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.