Caixa Econômica Federal reduz juros das linhas de crédito

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje uma redução nas taxas de juros das linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas. De acordo com comunicado, foram reduzidos os juros das linhas de crédito pessoal, crédito direto ao consumidor (CDC), consignação, bens de consumo duráveis (BCD), cheque especial e cartão de crédito, entre outros. As maiores reduções foram feitas nas taxas cobradas no uso de cartão de crédito, que caíram 1 ponto porcentual. A taxa máxima dos cartões passou para 10,30% ao mês. No cheque especial, a maior taxa foi reduzida de 9,20% ao mês para 8,90% ao mês. A taxa mínima passou de 3,25% ao mês para 2,60%. "A Caixa vai atribuir pontos para o cliente que tiver alguma aplicação (poupança, fundos de investimento, letra hipotecária, CDB), levando em conta o saldo, ou ainda algum tipo de convênio e caução de depósitos. Quanto maior essa pontuação, mais descontos o cliente pode obter na taxa de juros", informa o comunicado. Pelos cálculos dos técnicos do banco, o desconto máximo poderá chegar a 70% sobre o porcentual da maior taxa de juros cobrada pelo banco.

Agencia Estado,

31 Julho 2003 | 16h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.