carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Caixa lança fundos de ações do BB

A Caixa Econômica Federal lança novos produtos vinculados à venda de ações do Banco do Brasil. A exemplo da Petrobrás e da Vale do Rio Doce, será possível, por meio de fundos de investimentos, usar recursos da conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aplicando no Caixa FMP FGTS BB ou dinheiro para comprar cotas do CAIXA FIT VM BB. Veja os fundos lançados:Caixa FMP - FGTS BB - Aplicações: Mínima: R$ 1,00 Máxima: até 50% do saldo atualizado do FGTS - Desconto: não há. - Carência: 6 meses para migração e 12 meses para retorno ao FGTS. - Composição da Carteira: de 90% a 100% em ações de emissão do Banco do Brasil e até 10% em Títulos Públicos Federais de Renda Fixa.- Tributação: incidirá alíquota de 20% de IR sobre os rendimentos auferidos entre a data de aplicação e a data de resgate que excederem à remuneração da conta vinculada do FGTS de cada participante.Caixa FIT VM BB - Aplicação: Mínima: R$ 300,00 Máxima: R$ 100.000,00 por CPF/CNPJ - Desconto: 5% - Carência: oito meses - Características da composição: de 90% até 100% em ações do Banco do Brasil e até 10% em Títulos Públicos Federais de Renda Fixa- Tributação: incide Imposto de Renda à alíquota de 20% sobre os rendimentos auferidos entre a data de aplicação e a data de resgateComo investir O trabalhador poderá aderir aos fundos BB de 5 a 22 de novembro de 2002. Pessoas físicas e jurídicas, não consideradas investidores institucionais, podem investir nos novos fundos. Para isso basta comparecer a qualquer agência da Caixa, verificar no extrato do FGTS o valor disponível para aplicação e assinar o documento de adesão.O trabalhador poderá aplicar até o limite de 50% do saldo disponível da sua conta vinculada do FGTS na compra de ações do Banco do Brasil (BB), descontando outras aplicações em FMP. Se o investidor aplicou anteriormente recursos do FGTS nos FMP - FGTS Petrobras e Vale do Rio Doce, poderá aplicar até 50% do saldo atual disponível na conta vinculada do FGTS. O investidor poderá fazer uma aplicação por conta vinculada do FGTS. Neste caso poderá realizar tantas aplicações quantas forem as contas vinculadas, em um mesmo FMP.Caso a demanda por ações do Banco do Brasil supere o valor reservado para os fundos, haverá rateio proporcional entre os investidores. Isto significa que o valor efetivamente investido pode ser menor que o valor pretendido inicialmente.O investidor poderá realizar saques do FMP - FGTS BB apenas nos casos previstos pela legislação do FGTS, como por exemplo aposentadoria, demissão sem justa causa, aquisição de imóvel, entre outras.Documentação Para aplicar nos fundos da Caixa, o investidor deve apresentar a seguinte documentação: Para o Caixa FMP - FGTS BB: - RG (documento de identidade) ;- CPF (Cadastro de Pessoas Físicas)- comprovante de residência (contas de luz, água ou telefone, IPTU etc.);- extrato atualizado do FGTS (que pode ser obtido com o Cartão do Trabalhador ou na ilha de atendimento);- valor inicial da aplicação no FMP - FGTS Petrobrás e Vale do Rio Doce, se for o caso.Obs:. Sendo correntista da Caixa, tais documentos não precisam ser apresentados.Para o Caixa FITVM BB: - RG (documento de identidade) ;- CPF (Cadastro de Pessoas Físicas);- comprovante de residência (contas de luz, água ou telefone, IPTU etc.);Nessa modalidade, o investidor deverá ser correntista da Caixa, obrigatoriamente.

Agencia Estado,

06 de novembro de 2002 | 08h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.