Caixa lança na Bovespa fundo para financiar imóveis populares

O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, lançou hoje na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o primeiro fundo de investimentos em direitos creditórios (contas a receber) do País voltado para execução de obras de interesse social. Trata-se do Caixa Brasil Construir Residencial Cidade São Paulo, que deverá captar de R$ 105 milhões. Os recursos serão destinados para financiar conjunto habitacional de 1,7 mil apartamentos na Zona Leste da capital. A Caixa inicia a comercialização do fundo na próxima segunda-feira, dia 1º de dezembro. O vice-presidente de administração de ativos de terceiros da Caixa Econômica Federal (CEF), Wilson Risolia, informou que, nos primeiros 30 dias, o fundo aceitará reservas basicamente de investidores institucionais. Ele espera que nos próximos 15 dias a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) conclua o processo de registro do fundo. Risolia explicou que, a partir da aprovação da CVM, as reservas feitas pelos investidores institucionais se tornarão investimentos efetivos e, a partir daí, as cotas serão colocadas à disposição nas agências da CEF para os clientes (pessoas físicas e jurídicas). O limite mínimo para investimento é de R$ 3 mil. O vice-presidente da CEF lembra que o fundo tem que captar R$ 105 milhões no período máximo de 180 dias, pois é um fundo fechado, e que, após a integralização das cotas, o fundo será negociado no mercado secundário. O retorno médio ao cotista está estimado em 9,5% ao ano mais a variação inflacionária, tomando por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.