Caixa libera R$ 100 mi para habitação em São Paulo

A Caixa Econômica Federal assinou hoje contrato com o banco Nossa Caixa para a concessão de recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), para aplicação em habitação no Estado de São Paulo. O limite de crédito concedido à Nossa Caixa é de R$ 100 milhões, dinheiro suficiente, segundo estimativas do banco, para atender cerca de três mil famílias no Estado. Segundo informações do banco federal, é a primeira vez, em 17 anos, que outra instituição financeira além da Caixa irá oferecer financiamento imobiliário utilizando recursos do Fundo de Garantia. O FGTS é uma das mais importantes fontes de recursos para financiar moradias. Dados divulgados pela Caixa indicam que nos seis primeiros meses de 2003, do total de recursos investidos em habitação pelo banco, aproximadamente 70% são oriundos do FGTS. As aplicações realizadas no período com recursos do Fundo atingiram o montante de quase R$ 1,4 bilhão, o que proporcionou, segundo estimativa do banco, o atendimento a 93.026 famílias e a geração de 110 mil empregos. Segundo dados do Ministério do Trabalho, o FGTS registrou uma arrecadação recorde de R$ 12,1 bilhões no primeiro semestre do ano, o que possibilitou uma arrecadação líquida também recorde de R$ 1,9 bilhão. Mantido o mesmo ritmo, a Caixa estima que ao final do ano a arrecadação líquida gire em torno de R$ 4 bilhões, que será a maior de toda a história do FGTS.

Agencia Estado,

28 Julho 2003 | 14h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.