Caixa reduz juro e amplia prazo para materiais de construção

Taxa mínima passa a 1,40% ao mês, e a máxima, a 1,85%; prazo cresceu de 60 meses para 96 meses 

Circe Bonatelli, da Agência Estado,

23 de julho de 2012 | 13h43

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira a redução das taxas de juros e a ampliação do prazo do Construcard - linha de financiamento para compra de materiais de construção. Com a nova redução, a taxa mínima do Construcard passa de 1,96% para 1,40% ao mês, e a máxima, de 2,35% para 1,85% ao mês, dependendo do prazo escolhido pelo cliente. Antes limitado a 60 meses, o prazo de pagamento do produto foi estendido para até 96 meses, com opção de seis meses de carência para execução da obras.

As alterações no Construcard ocorrem em meio ao fraco desempenho das vendas de materiais de construção no País. Os resultados ruins fizeram com que as associações que representam o varejo e a indústria de materiais diminuíssem suas projeções de crescimento das vendas para 2012.

Segundo essas entidades, o principal entrave estava nas condições de crédito pouco atrativas para famílias comprarem materiais para obras residenciais. "Vamos dar às famílias condições muito mais atrativas para construir ou reformar sua casa", afirmou em nota o presidente da Caixa, Jorge Hereda.

Segundo a Caixa, o Construcard atendeu a 1,2 milhão de famílias nos últimos cinco anos, com volume de financiamentos de cerca de R$ 15 bilhões nesse período. Para 2012, a Caixa ainda dispõe de R$ 5 bilhões para esta linha de crédito.

A linha de crédito é disponibilizada por meio de um cartão magnético exclusivo para utilização em lojas de materiais de construção conveniadas. Além da compra de material de construção em geral, o Construcard também se destina à aquisição de móveis embutidos e sistemas de aquecimento solar.

Tudo o que sabemos sobre:
construçãojurosCaixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.