Caixa reduz taxa de administração de fundos de investimento ligados ao varejo

Banco disse em nota que não basta cortar juros na concessão de crédito, mas também é necessário ‘oferecer condições atrativas de aplicação’

Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

20 de abril de 2012 | 19h20

BRASÍLIA - Em nova ofensiva, a Caixa Econômica Federal anunciou há pouco o corte nas taxas de administração de alguns fundos de investimento ligados ao varejo. Em nota, o banco estatal diz que não basta cortar os juros na concessão de crédito, "é necessário também oferecer condições atrativas de aplicação, que resultem em menores custos para os clientes e, portanto, em melhores rentabilidades para suas aplicações em fundos de investimento."

A partir da próxima segunda-feira, 23, as taxas de administração dos fundos "CAIXA AZULFIC RF Longo Prazo" caem de 3,00% para 1,50% ao ano. No "CAIXA FIC Clássico RF Longo Prazo", de 1,85% para 1,40% ao ano. O banco também reduziu o valor de aplicação inicial de R$ 1 mil para R$ 100,00 nestes fundos.

A instituição informou ainda que, "atenta ao novo patamar de juro real" lançou dois novos fundos de varejo com taxa de administração reduzida para clientes com conta salário na instituição: o "Caixa FIC Relacionamento Personal RF LP" e o "Caixa FIC Relacionamento Ideal RF LP" que possuem taxas de administração de 0,7% e 1,00% ao ano e aplicação mínima de R$ 20 mil e R$ 1 mil, respectivamente.

A Caixa informou que pretende incrementar a captação nestes fundos em mais de R$ 1 bi somente neste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.