Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

Caixa retifica: juros caem pela 4ª vez neste ano

A Caixa Econômica Federal corrigiu informação contida na nota divulgada anteriormente. Segundo a Caixa, a modalidade de crédito que teve a taxa reduzida de 2,15% ao mês para 2,04% refere-se à linha crédito especial, e não cheque especial como o banco havia informado. Segue a nota corrigida.

AE, Agencia Estado

12 de março de 2009 | 18h17

A Caixa Econômica Federal (CEF) passa a operar a partir de segunda-feira (dia 16) com novas taxas de juros nas linhas de crédito para pessoa física e jurídica, acompanhando a redução da taxa básica de juros (Selic) decidida ontem pelo Banco Central. Esta é a quarta redução de juros da Caixa neste ano. O banco informa que reduzirá também as taxas de juros dos cartões de crédito.

Para pessoa física, a Caixa destaca em nota o cheque especial, antecipação de Imposto de Renda e 13º Salário. No cheque especial, a taxa mínima saiu de 1,37% ao mês e foi para 1,28%. Também houve diminuição na taxa máxima, passando de 6,89% para 6,83% ao mês. Na antecipação da restituição de Imposto de Renda, o juro passa de 2,19% para 2,07% ao mês. No financiamento de veículos, a taxa caiu de 1,73% para 1,68% ao mês.

Para pessoa jurídica, no Crédito Especial, a taxa que era de 2,15% ao mês passou para 2,04%. Para micro e pequena empresa, a CEF reduziu as taxas dos produtos desconto de duplicata, desconto cheque e cheque especial empresa. No desconto de duplicata, a taxa passa de 2,59% para 2,48% ao mês.

Outros bancos também anunciaram redução das taxas de juros ontem à noite, logo após a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC de cortar a taxa Selic em 1,5 ponto porcentual, para 11,25% ao ano. Entre eles, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Unibanco.

Tudo o que sabemos sobre:
jurosCaixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.