Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Caixa tem falha em site e aplicativo para consulta do saque extraordinário do FGTS

A consulta foi liberada pela instituição nesta sexta-feira, 8, mas população tem dificuldade de acesso devido a instabilidades de sistemas

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2022 | 17h38

A Caixa Econômica Federal tem falhas de acesso no site e aplicativo que permitem a consulta ao saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), liberado nesta sexta-feira, 8. 

Nas redes sociais, desde o fim da manhã, acumulam-se relatos de pessoas que não conseguiram consultar o valor a ser recebido, que pode chegar a R$ 1.000.

No site DownDetector, que monitora a estabilidade de sites e serviços digitais, a Caixa teve pico de reclamações nesta sexta-feira.

O saque foi liberado pelo governo federal como uma forma de atenuar o impacto econômico causado pela pandemia de covid-19. 

Procurada, a Caixa informou que o aplicativo FGTS apresentou "intermitência momentânea" nesta manhã , mas que os serviços foram prontamente restabelecidos e operam normalmente. 

Quando cai o FGTS extraordinário

Quem nasceu no mês de janeiro está entre as primeiras pessoas a receberem o valor do saque extraordinário do FGTS, no dia 20 de abril. O calendário do saque extraordinário do FGTS foi estabelecido de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Nesta rodada de saque, cerca de R$ 30 bilhões serão liberados para aproximadamente 42 milhões de trabalhadores. O pagamento ocorrerá por meio do aplicativo Caixa Tem, usado para o pagamento de benefícios sociais e trabalhistas nos últimos anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.