Caixa suspende serviço do FGTS na Internet

A Caixa Econômica Federal vai adiar, sem data definida, o serviço de consulta de saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em sua página na Internet, que deveria entrar em funcionamento hoje. Segundo informou a assessoria de imprensa da instituição, só ontem os técnicos se deram conta de que poderia haver um volume brutal de acessos, e os computadores poderiam entrar em pane devido ao grande volume de consultas simultâneas.A assessoria informou, ainda, que os técnicos farão testes hoje. Dependendo dos resultados, a nova data para abertura de consulta ao público será definida. A intenção da Caixa é de disponibilizar aos trabalhadores o saldo atualizado das contas, mediante a digitação de uma senha. Ao digitar, na página do banco da Internet, o número do PIS, a data de nascimento, a data de admissão na empresa e o número de inscrição do empregador no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas (CNPJ), o titular da conta do FGTS recebe uma senha que dará acesso ao saldo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.