Caixa vê manutenção do índice de Basileia

O aporte de até 13 bilhões de reais que o governo federal fará na Caixa Econômica Federal não deverá alterar o nível do índice Basileia do banco, disse nesta segunda-feira o presidente da instituição financeira, Jorge Hereda.

Reuters

24 de setembro de 2012 | 16h03

"A Basileia hoje já é mais de 12 por cento e vai continuar nesses níveis. O mínimo é 11 (por cento), e a Caixa está com folga", afirmou ele em coletiva de imprensa, após participar de evento em São Paulo.

Na última sexta-feira, o governo anunciou um aporte de 13 bilhões de reais na Caixa, o segundo em menos de um ano.

"Isso vai permitir que a Caixa continue crescendo na casa de 40 por cento a sua carteira (de crédito) no ano. Portanto, esse instrumento vai permitir a gente aumentar em 120 bilhões de reais a nossa carteira", disse Hereda.

Ele ressaltou que o aporte não é nenhum tipo de socorro para o banco. "A Caixa não precisa de socorro. A Caixa vai muito bem, obrigado."

MINHA CASA, MINHA VIDA

Hereda afirmou também que o governo estuda fazer alterações nos valores para financiamento habitacional no programa Minha Casa, Minha Vida.

"Recentemente tivemos alteração nos valores do Minha Casa, Minha Vida na faixa 1. É natural que a faixa 2 e 3 tenham reajuste. O governo, através do Ministério das Cidades, está propondo reajuste tanto nos juros quanto nos limites", disse.

Hereda evitou dar mais detalhes, mas afirmou que o reajuste deve ocorrer "em breve".

BANCO DE INVESTIMENTOS

A Caixa deverá enviar nas próximas semanas uma proposta de banco de investimentos para o Conselho de Administração do banco, segundo o vice-presidente de ativos de terceiros, Marcos Vasconcelos.

"Estamos encerrando o trâmite interno, levando essa decisão para o Conselho da Caixa. Isso deve ser feito nas próximas semanas. Feito isso, vamos encaminhar a proposta para o Banco Central", afirmou o executivo, na coletiva de imprensa.

Segundo Vasconcelos, o foco inicial do banco de investimentos da Caixa será em renda fixa, e ao longo dos anos desenvolver a atividade em renda variável.

(Por Roberta Vilas Boas)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSCAIXABASILEIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.