Calendário do leilão de Libra está mantido, diz Lobão

O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, declarou que o calendário para o leilão de pré-sal do Campo de Libra está mantido. O ministro fez a afirmação após ser questionado por jornalistas nesta segunda-feira, 9, se a notícia de que a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos teve acesso a dados da Petrobras poderia alterar a programação da oferta à iniciativa privada. Lobão negou qualquer vazamento de informação sobre a concorrência.

LAÍS ALEGRETTI E RICARDO DELLA COLETTA, Agencia Estado

09 de setembro de 2013 | 17h13

Na semana passada, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) confirmou que o leilão de exploração do Campo de Libra ocorrerá no dia 21 de outubro. A oferta será a 1ª Rodada do pré-sal, com a qual o governo espera arrecadar R$ 15 bilhões em bônus de assinatura para exploração.

A assessoria de imprensa da Petrobras informou, nesta manhã, que não vai comentar a denúncia de que a NSA usou aparato de espionagem para obter informações da companhia.

Diante do noticiário de espionagem, nesta tarde, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) discursou na tribuna da Casa e defendeu que "seria prudente" a suspensão do leilão de Libra.

Tudo o que sabemos sobre:
espionagemPetrobrasEdison Lobão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.