Reprodução
Reprodução

Caloi é vendida para a canadense Dorel

Tradicional fábrica brasileira de bicicletas, fundada em 1898, faturou R$ 273,5 milhões no ano passado

22 de agosto de 2013 | 14h44

SÃO PAULO - A empresa Dorel Industries, do Canadá, comprou 70% das ações da fabricante de bicicletas Caloi. Fundada no Brasil em 1898, a Caloi é uma das mais antigas marcas de bicicletas do mundo, sendo a maior da América Latina e a líder do mercado brasileiro.

O anúncio da compra foi feito nesta quinta-feira, 22. Em 2012, as vendas da Caloi foram de aproximadamente R$ 273,5 milhões, um crescimento de 22% em relação ao ano anterior, segundo comunicado oficial da compra distribuído pela companhia canadense.

A participação da Caloi no mercado brasileiro de bicicletas é estimada em mais de 40%. Os resultados da Caloi serão, a partir de agora, consolidados nas demonstrações financeiras da Dorel.

O portfólio da Caloi abrange uma grande variedade de bicicletas, desde modelos de alta performance a modelos infantis, incluindo produtos para a prática do mountain bike, ciclismo de estrada, lazer e mobilidade urbana.

A Caloi emprega mais de 900 trabalhadores em suas diversas unidades, incluindo a sua sede em São Paulo, o Centro de Tecnologia e Logística em Atibaia e a fábrica em Manaus, onde são produzidas mais de 700 mil unidades por ano. 

Exportações

O Brasil se tornará polo de produção para a Dorel e a fábrica da Caloi em Manaus produzirá bicicletas para as demais marcas da empresa, entre elas Cannondale, Schwinn, Mongoose e GT, para atender não só o mercado brasileiro, mas também o mercado mundial, por meio de exportações.

"Esta nova parceria com a Caloi posiciona a Dorel como uma das maiores empresas de bicicletas do mundo, bem como a líder das Américas", comentou Martin Schwartz, Presidente e CEO da Dorel.

"A divisão de bicicletas se tornou um negócio de um bilhão de dólares em apenas nove anos e vislumbramos um potencial de crescimento muito grande para o futuro", acrescentou.

Eduardo Musa, atual CEO da Caloi, será o presidente da divisão de bicicletas da Dorel no Brasil.

A Dorel está no Brasil desde 2009, quando introduziu sua divisão de produtos infantis. "Desenvolvemos uma forte operação de produtos infantis no Brasil e nesse ano a empresa está crescendo. Apesar dos desafios econômicos do País, do quais estamos cientes, acreditamos que o mercado consumidor é sólido e está no caminho certo. Enxergamos essa transação como uma oportunidade concreta."

Tudo o que sabemos sobre:
BicicletasCaloi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.