Câmara aprova MP que autoriza empréstimo com desconto em folha

A Câmara aprovou a Medida Provisória que permite a trabalhadores sob regime da CLT autorizarem desconto de prestações de empréstimos, financiamentos e operações de arrendamento mercantil em folha de pagamento. Essa nova regra prevista na Medida Provisória já beneficia funcionários públicos. A MP agora terá de ser votada peloSenado. O projeto limita os descontos a 30% do salário. Os empregadores e os sindicatos poderão fechar acordos com mais de uma instituição financeira, definindo as condições gerais e critérios dos empréstimos sem ônus para os mutuários. A base governista defendeu a aprovação da MP com argumento de que era necessária a criação de mecanismos de ampliação de crédito a taxas mais vantajosas beneficiando trabalhadores contratados com base na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.