JFDIÓRIO/ESTADÃO - 5/4/2018
JFDIÓRIO/ESTADÃO - 5/4/2018

Câmara Árabe-Brasileira diz que decisão de descredenciar frigoríficos foi técnica

Entidade não crê em retaliação em relação às declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a embaixada brasileira em Israel

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2019 | 20h58

BRASÍLIA - O presidente da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Rubens Hannun, acredita que os critérios que levaram a Arábia Saudita a descredenciar unidades brasileiras exportadoras de frango foram técnicos.

Ele ressalta que desde a Operação Carne Fraca muitos países elevaram o nível de inspeção para a produção brasileira. Para ele, não há uma retaliação em relação às declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a embaixada brasileira em Israel.

Hannun disse que tem reunião agendada na próxima terça-feira em Brasília com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. O encontro já estava agendado antes do bloqueio, mas o tema deverá dominar a conversa agora.

Nas próximas semanas, ele deve ir também a Arábia Saudita. A visita também já estava programada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.