Câmara Baixa aprova pacote de resgate para bancos alemães

Ajuda soma 500 bilhões de euros; Câmara Alta deve aprová-lo ainda nesta sexta-feira

Efe,

17 Outubro 2008 | 06h43

O Bundestag (Câmara Baixa alemã) aprovou nesta sexta-feira, 17, por um procedimento de urgência o pacote de resgate de 500 bilhões de euros redigido pelo Governo federal para ajudar os bancos do país contra a crise financeira que sacode as bolsas de valores internacionais.   Veja também: Consultor responde a dúvidas sobre crise   Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise  O caminho até o pré-sal    O projeto de lei foi aprovado com o voto dos partidos da coalizão governamental - a União Democrata-Cristã (CDU), a União Social-Cristã da Baviera (CSU) e o Partido Social-Democrata (SPD) - e com o respaldo do opositor Partido Liberal (FDP).   Após sua aprovação pelo Bundestag, o documento será enviado imediatamente ao Bundesrat (Câmara Alta), que previsivelmente o aprovará ainda nesta sexta-feira para que o presidente federal, Horst Köhler, o assine imediatamente a fim de que entre em vigor sem demora.   O plano de resgate tem como objetivo incentivar os créditos interbancários e a compra de pacotes de ações dos bancos privados por um total de 80 bilhões de euros para reforçar o capital das instituições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.