Câmara discute Fundo Soberano; oposição obstrui sessão

Previsão é que a sessão entre pela noite; no entanto, líderes governistas acreditam na votação

Denise Madueño, de O Estado de S.Paulo

29 Outubro 2008 | 17h29

Contrários à criação do Fundo Soberano, os partidos de oposição, DEM, PSDB e PPS, estão obstruindo a sessão para impedir a aprovação do projeto. Cinco horas depois de iniciada a sessão, os deputados não conseguiram ainda votar sequer o texto básico da proposta. Até agora, só discutiram requerimentos preliminares, como para retirar a proposta da pauta e para adiar a discussão do projeto. A previsão é que a sessão entre pela noite.   Os líderes governistas acreditam na votação ainda nesta quarta, apesar da obstrução. "A base está bastante mobilizada e o número de presença está alto. Esperamos concluir tudo hoje", afirmou o líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), considerando que serão várias votações para concluir o projeto. A oposição vai apresentar requerimentos para votar de forma separada partes do texto do relator, deputado Pedro Eugênio (PT-PE).

Mais conteúdo sobre:
Câmara Fundo Soberano

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.