Marcelo Camargo / Agência Brasil
Marcelo Camargo / Agência Brasil

coluna

Fernanda Camargo: O insustentável custo de investir desconhecendo fatores ambientais

Câmara quer votar ainda nesta semana adiamento da declaração do IR por causa da pandemia

Entre os projetos que tratam do tema, há o do deputado Rubens Bueno (Cidadania –PR) que  prevê o adiamento do prazo final para 31 de julho de 2020

Adriana Fernandes e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2020 | 16h50

BRASÍLIA - Lideranças da Câmara dos Deputados querem votar ainda esta semana projeto para adiar o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020 devido à pandemia da covid-19.  Apesar da pressão para adotar a medida, a Receita Federal não adiou o prazo, que se encerra no dia 30 de abril

Os parlamentares querem se antecipar e poder aprovar a medida. A estratégia do Fisco é prolongar ao máximo a decisão para conseguir uma entrega maior das declarações. 

Entre os projetos que tratam do tema, há o do deputado Rubens Bueno (Cidadania –PR) que  prevê o adiamento do prazo final para 31 de julho de 2020 em decorrência da emergência de saúde pública de importância internacional relacionada ao coronavírus. 

Já o texto do deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS) prorroga o prazo para 31 de maio. “Acho que o projeto pode ser aprovado nesta semana ainda. Ontem, na reunião dos líderes foi tratado do assunto como importante por praticamente todos os presentes”, disse Van Hattem.  

Para Bueno, a medida é fundamental nesse momento que os atores econômicos estão impossibilitados de manter seu funcionamento normal e também para que os contribuintes possam ter tempo hábil para conseguir todos os documentos exigidos para o preenchimento correto da declaração.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.