Câmara vota hoje Lei das Falências na Argentina

A controvertida Lei de Falências e Concordatas, sancionada em janeiro deste ano, será o único projeto a ser discutido hoje na Câmara dos Deputados da Argentina, mas não há horário previsto para a sua votação. A pauta da Câmara, com apenas este projeto em discussão, contrariou expectativas do governo de colocar na ordem do dia a revogação da Lei de Subversão Econômica, aprovada nesta madrugada pelo Senado. Diante da grande polêmica e reprovação de grande parte dosdeputados à revogação total da lei, a bancada justicialista decidiu não incluir a Lei de Subversão Econômica na votação de hoje, em vez de propor mudanças como estavaprevisto originalmente. O presidente da Casa, Eduardo Camaño, informou que a lei revogada pelo Senado terá que passar pelas comissões correspondentes antes dechegar ao plenário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.