Camargo Corrêa está mais perto da Alpargatas Argentina

A Camargo Corrêa deve fechar até o final deste mês ou início do próximo a compra da Alpargatas Argentina. Em comunicado enviado à Bolsa de Valores de Buenos Aires e à Comissão Nacional de Valores (o equivalente na Argentina à brasileira CVM ), o presidente da Alpargatas Argentina, Horacio Scapparone, informa que já foi concluído o processo de due diligence (análise dos dados da empresa). A partir de agora, a negociação vai girar em torno de aspectos comerciais e legais do contrato de compra e venda dos títulos, que estão nas mãos dos fundos Newbridge Latin America, Long Bar Argentina, OCM Opportunities e outros sócios individuais menores.O anúncio oficial de que a Camargo Corrêa, dona da São Paulo Alpargatas, tinha interesse na compra da Alpargatas Argentina foi feito em abril. O valor do negócio não foi revelado. Fundada em 1883, com 11 plantas distribuídas em 11 províncias, a Alpargatas é a maior produtora têxtil da Argentina. A companhia possui cerca de quatro mil empregados e é dona das marcas Topper, Flecha e Pampero, além de fabricar tênis para Nike e Adidas. No ano passado, o faturamento da empresa aumentou 23,8%, chegando a R$ 322 milhões.A Camargo Corrêa chegou à Argentina em 2005, quando comprou a maior fábrica de cimentos do país, a emblemática Loma Negra, que pertencia à tradicional família de Amalia de Fortabat, por US$ 1,025 bilhão. O grupo brasileiro também é dono de outro ícone local, a Grafa, fabricante de lençóis Arco Íris, comprada pela sua controlada Santista Têxtil.ListaA compra da Alpargatas é apenas mais uma na longa lista de aquisições feitas por empresas brasileiras na Argentina - que inclui ícones como a Pérez Companc, que passou ao controle da Petrobras, e a cervejaria Quilmes, comprada pela AmBev. E esses negócios continuam ocorrendo.Na sexta-feira, o grupo brasileiro JBS Friboi anunciou a compra do frigorífico argentino Col-Car, por meio de sua subsidiária local Swift Argentina, adquirida em meados de 2005. Há alguns meses, a Swift já havia comprado outra empresa, a Consignaciones Rurales. O Friboi já é o principal produtor e exportador mundial de carne bovina e agora, com o Col-Car, passa a ter seis unidades na Argentina.Há três semanas, outro frigorífico brasileiro, o Marfrig, anunciou a compra de 70% da Quickfood Argentina, fabricante dos hambúrgueres Paty, também um ícone local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.