bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Camargo Corrêa quer investir R$ 10 bilhões até 2010

Cerca de R$ 4 bi devem ser direcionados para setor de cimento, com novas fábricas no Brasil e no exterior

Milton F.da Rocha Filho, Agencia Estado

19 de outubro de 2007 | 15h36

O diretor superintendente da holding Camargo Corrêa, José Edison Barros Franco, confirmou que o grupo planeja investimentos de R$ 10 bilhões até 2010. Segundo ele, a meta alcança outros países, transformando o conglomerado em multinacional. Conforme o executivo, a estratégia da companhia prevê crescimento médio de 5% ao ano.Franco informou que boa parte dos investimentos, cerca de R$ 4 bilhões, deve ser direcionada para o setor de cimento, com novas fábricas tanto no Brasil como no exterior - como Argentina (onde atua com a Loma Negra), Paraguai e Uruguai, além de futuras unidades na África, sendo inicialmente em Angola e depois em Moçambique. A lista abrange também outros países da América Latina.Quanto aos R$ 6 bilhões que completam os investimentos totais, ele explicou que serão aplicados em obras de infra-estrutura, como por exemplo nas áreas de estradas ou energia, ou ainda nos setores têxtil e de calçados. Pelos cálculos da Camargo Corrêa, os investimentos devem se reverter em um aumento do faturamento para casa de R$ 38 bilhões em 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.