Câmbio influi na vida das pessoas e Estados, diz Bernardo

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse hoje que o câmbio valorizado tem tido um efeito importante na vida das pessoas e, até, nas contas dos Estados, aí fazendo referência a uma matéria publicada pelo "O Estado de S. Paulo" que o câmbio valorizado tem ajudado as contas dos Estados.Ele comentou que, em quase cinco meses, está havendo deflação no IGP, que sofre forte impacto da taxa de câmbio, o que tem tido reflexo na redução do custo da cesta básica, dos alimentos e de outros produtos.Segundo Bernardo, é normal que haja perdas e ganhos com a valorização do real. "Tem gente que perde e tem gente que ganha", observou. O ministro disse que os exportadores têm razão quando dizem que estão perdendo receita com a valorização do real, mas ponderou que, desde o início do governo Lula, ficou claro que o câmbio seria flutuante. "Isso significa que não se vai fazer nada" (em relação ao câmbio)", arrematou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.