Câmbio: Mantega diz que governo está no caminho certo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o governo está no caminho certo em relação ao câmbio porque os juros estão caindo e vão cair ainda mais. Ele acrescentou que o aumento das importações e a compra de mais dólares para as reservas também ajudam a reduzir a queda do dólar. Contudo, descartou a possibilidade de redução das alíquotas do Imposto de Importação (II) para ajudar a conter a queda do dólar. "Mais abertura do que nós temos hoje é impossível. Hoje, a economia brasileira é aberta com esse câmbio. Isso barateia as mercadorias importadas, e há estímulo às importações".Mantega reforçou também que não tem medo do aumento da demanda no Brasil: "O Brasil está preparado para aumentar a oferta. O País tem condições produtivas para acompanhar o aumento da demanda". A ata da reunião mais recente do Copom, realizada no final de janeiro, alertou para o risco de inflação em conseqüência de uma demanda robusta.Segundo Mantega, é fácil aumentar a oferta no Brasil. "E fica ainda mais fácil se conseguirmos aumentar o nível de investimento." Mantega disse que garante que haverá aumento do investimento em 2007. Segundo ele, o governo vai continuar estimulando o aumento da demanda. "Porque é uma demanda sólida e consistente que vai estimular o empresariado a investir na capacidade produtiva", disse. Na avaliação do ministro, quando os empresários percebem que há uma demanda sólida, de longo prazo, e que não será abortada, investem.Críticas ao BCMantega minimizou as críticas feitas ao BC. "Se o BC fosse simpático e estivesse agradando todo mundo, talvez não cumprisse adequadamente a sua função, que é a de ser o guardião da moeda. Todo mundo gosta da estabilidade e, aí, paga um certo preço".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.