Câmbio recua na Argentina

O mercado argentino continua tenso por causa da grande procura pela moeda americana, mas o dólar demonstra leve baixa no segundo dia de operações após as últimas medidas adotadas pelo Banco Central. A diferença de cotações entre os bancos e as casas de câmbio diminuiu e os preços apresentam oscilações menos gritantes. Enquanto as casas de câmbio que não fizeram acordo com o BC vendem a moeda entre 3,30 e 3,50 pesos e compram por 3,00/3,10 pesos, os bancos e demais entidades que negociam o dólar "por conta e ordem do BC" estão cotando a moeda norte-americana entre 3,00 e 3,17 pesos para a venda e 2,90 a 3,05 pesos para a compra. Tanto no câmbio oficial quanto no paralelo os preços estão distantes dos 4,00 pesos negociados no fechamento desta terça-feira.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.