Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Camex publica produtos a serem usados em retaliação

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) publicou hoje, no Diário Oficial da União, a lista que ficará em consulta pública para que o setor privado identifique até 30 de novembro quais produtos poderão prejudicar a economia, caso haja retaliação por parte do governo brasileiro com os Estados Unidos.

ROSANA DE CASSIA, Agencia Estado

09 de novembro de 2009 | 11h38

A iniciativa, segundo resolução da Camex, é em decorrência do não cumprimento dos EUA de recomendações adotadas pela Organização Mundial do Comércio (OMC), no contencioso que questiona os subsídios concedidos aos produtores de algodão. A ideia, segundo declaração do diretor do Departamento Econômico do Itamaraty, Carlos Márcio Cozendey, há duas semanas, é que o Brasil esteja pronto para aplicar essas medidas de retaliação no início de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.