Camex: redução da TEC trará investimento de R$ 800 mi

A secretária-executiva da Câmara de Comércio Exterior (Camex), Lytha Spindola, afirmou hoje que a redução da alíquota do Imposto de Importação (Tarifa Externa Comum - TEC) para 174 itens deve alavancar investimentos da ordem de R$ 800 milhões. Segundo ela, a Camex tem publicado praticamente todos os meses uma lista com os chamados "ex-tarifários" que significam investimentos entre R$ 400 milhões e R$ 800 milhões."Existe uma demanda imensa. É uma pressão muito grande", disse a secretária, referindo-se aos pedidos apresentados pelo setor produtivo ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.O regime de "ex-tarifários" é um mecanismo usado pelo governo para diminuir temporariamente o Imposto de Importação sobre produtos sem produção local e, por conseqüência, reduzir o custo do investimento produtivo. Ontem, o "Diário Oficial da União" publicou três resoluções da Camex reduzindo o Imposto de Importação para 174 itens. Segundo Lytha Spíndola, os setores mais beneficiados são o aeronáutico, o agroindustrial, o alimentício, o de alumínio, o de automação, o automotivo e os de autopeças e de bebidas.Entre os produtos, estão também nove equipamentos de rádio digital, cujas alíquotas caíram para zero. Outros quatro produtos de bens de informática e telecomunicações tiveram a TEC reduzida para 2%. A lista ainda reduz de 14% para 2% a alíquota do Imposto de Importação sobre 161 bens de capital e sistemas integrados. As novas tarifas valem até o dia 31 de dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.