Camex suspende cobrança de antidumping de sal grosso

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) suspendeu a cobrança de direito antidumping definitivo para a empresa Compañia Minera Cordillera Chile SCM, por um prazo de até seis meses, a partir de 1º de outubro de 2013, às importações brasileiras de sal grosso que não seja destinado a consumo animal, inclusive humano, originárias do Chile. A Resolução da Camex está publicada no Diário Oficial da União de hoje.

SANDRA MANFRINI, Agencia Estado

13 de setembro de 2013 | 08h33

Em outra resolução, a Camex homologa compromisso de preço, por um prazo de até 5 anos, relativo às importações brasileiras de cartões duplex e triplex, originárias do Chile. O Termo de Compromisso de Preços está também plublicado no D.O de hoje.

Tudo o que sabemos sobre:
sal grossoantidumpingCamex

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.