Caminhões voltam a travar estradas na Baixada Santista

Elevado número de caminhões em direção ao terminal de cargas do porto de Santos prejudicaram as cidades de Santos, São Vicente, Cubatão e Guarujá

Zuleide de Barros, especial para O Estado de S.Paulo,

24 de maio de 2013 | 13h49

SANTOS - O elevado número de caminhões, que desde a madrugada desta sexta-feira, 24, trafegavam em direção ao terminal de cargas da margem esquerda do porto de Santos voltaram a congestionar a Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá, travando quase todas as estradas da Baixada Santista, às primeiras horas da manhã. Não só a Via Anchieta esteve congestionada, mas também a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, prejudicando quatro cidades da região: Santos, São Vicente, Cubatão e Guarujá. Por  volta das 9 horas, a Polícia Rodoviária registrava 30 quilômetros de congestionamento, o que gerou muitas reclamações dos motoristas.

Depois de um período relativamente tranquilo, a Baixada voltou a viver os transtornos registrados no final de fevereiro e no decorrer do mês de março, início da safra de grãos, que tem trazido caminhões da região Centro-Oeste trazendo soja para a exportação. Não só quem vinha para a Baixada, mas quem pretendia subir a serra, teve de esperar para seguir viagem. Os trabalhadores do polo industrial de Cubatão voltaram a se prejudicar, uma vez que os ônibus de turno não tinham como furar o bloqueio dos carros. Somente a partir do meio-dia é que a situação começou a se normalizar, com maior fluidez do trânsito.

Tudo o que sabemos sobre:
caminhoesporto de santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.