Caminhoneiro é atingido por pedra, capota e tem carga saqueada no RS

Vítima do acidente em Palmeiras das Missões, no Rio Grande do Sul, passou por cirurgia na face na manhã desta quarta-feira, 24, e respira por aparelhos

Diego Moura, O Estado de S. Paulo

24 Fevereiro 2015 | 09h02

Um motorista de caminhão foi atingido na cabeça por umapedra e capotou o caminhão que dirigia por volta das 21h40 de segunda-feira, 23, noquilômetro 102,4 da BR 158, perto de Palmeiras das Missões, no Rio Grande doSul. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal gaúcha, a área não era debloqueios, mas o homem havia passado por um trecho interditado pormanifestantes que protestam contra a alta do diesel e baixos custos dos fretes em várias rodovias. 

A pedra quebrou o para-brisas do veículo, que saiu da pista ecapotou. A carga, de 120 suínos e avaliada em mais de 34 mil reais, foisaqueada por moradores das proximidades.

O Corpo de Bombeiros socorreu o homem e o encaminhou aoHospital de Caridade de Palmeira das Missões, de onde seguiu para Passo Fundo.Ele fez uma cirurgia na face na manhã desta terça-feira e respira poraparelhos. O estado de saúde dele é grave, mas estável. A PRF não tem informações sobre suspeitos. 

 

 

Os protestos de caminhoneiros nos últimos dias afetam o transporte em rodovias de oito estados brasileiros, e já afetam o abastecimento de combustíveis e alimentos em algumas regiões do Paraná. O movimento preocupa o governo. 

Depois de uma reunião no Palácio do Planalto na segunda-feira, 23, a Advocacia-Geral da União (AGU) ingressou com ações na Justiça Federal em sete estados para pedir a suspensão imediata dos bloqueios de rodovias promovidos por caminhoneiros. Essa foi a forma escolhida pela categoria para protestar contra o aumento no diesel e pelo reajuste no frete.

 

Mais conteúdo sobre:
Greve dos caminhoneiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.