Arte/estadao.com.br
Arte/estadao.com.br

portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Caminhoneiros e agricultores argentinos se enfrentam em greve

Agricultores fecharam a 'rodovia do Mercosul' em protesto contra os altos impostos para exportação de grãos

Efe,

23 de março de 2009 | 11h12

Caminhoneiros e agricultores argentinos se enfrentaram em um bloqueio rodoviário na rodovia nacional 14, a chamada 'rodovia do Mercosul', nos arredores de Gualeguaychú, na província de Entreríos, próxima ao Uruguai.

A tensão, marcada por empurrões e discussões, começou quando os agricultores bloquearam a pista com um trator e impediram que os caminhoneiros seguissem viagem.

É o terceiro dia de greve dos agropecuaristas argentinos, que protestam contra a obstrução no Congresso de um projeto para discutir o corte de impostos para a exportação de grãos. A greve tem sido acompanhada de uma série de manifestações pelo país.

Eduardo Buzzi, presidente da Federação Agrária Argentina, um dos sindicatos patronais que organizam a greve, disse ao diário 'Clarín' que o clima em alguns comícios está tenso. "Não apoiamos o bloqueio das estradas", afirmou.

O diretor do sindicato dos caminhoneiros de Gualeguaychú, Antonio Alisegui, alertou que os enfrentamentos podem ficar piores, por conta da agressividade dos produtores rurais.

Tudo o que sabemos sobre:
Argentinagreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.