Christina Rufatoo/Estadao
Christina Rufatoo/Estadao

Campanha de leitura do Itaú recruta Malala

Documentário com ganhadora do Nobel da Paz faz parte da campanha ‘Leia para uma criança’ de 2018

Fernando Scheller, O Estado de S.Paulo

08 Outubro 2018 | 11h34

A nova etapa de uma das principais campanhas institucionais do Banco Itaú – a ação Leia para uma Criança – estreia amanhã. A exemplo do que ocorreu no ano passado, a ação, que é desenvolvida pela agência DPZ&T desde 2012, vai focar em temas como empoderamento feminino e uso da leitura como uma porta para projetos ambiciosos. 

O novo filme, que será exibido nos cinemas da rede Espaço Itaú de Cinema, na televisão e também pela internet, vai trazer a história de uma menina que se torna cientista, de acordo com Rafael Urenha, vice-presidente de criação da DPZ&T. A exemplo do que ocorreu no filme cuja personagem principal era uma garota que se tornava astronauta, a nova campanha investiu pesado em uma trilha sonora de peso: em 2017, o filme usou Starman, de David Bowie; neste ano, a canção Dream On, imortalizada pelo Aerosmith, ganha versão cantada por um coral de crianças.

Neste ano, o projeto Leia para uma Criança também receberá um reforço de peso: Malala Yousafzai, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz. Símbolo da luta da mulher pela igualdade, a ativista paquistanesa veio ao Brasil em julho para participar de um evento do Itaú. A equipe do banco aproveitou para gravar um curto documentário em que Malala fala sobre sua relação com a leitura e também sobre os seus livros favoritos. O conteúdo vai estrear na segunda-feira da próxima semana, nos canais digitais do Itaú. 

O início da veiculação da campanha, amanhã, vai coincidir com o início da inscrição de interessados para receber um total de 1,8 milhão de kits de livros que serão doados pelo banco – a ação é aberta a todas as pessoas, mesmo que não sejam clientes do Itaú. A instituição ainda mantém uma lista de livros digitais que é alimentada ao longo do ano. Em 2018, um dos títulos será Malala, a Menina que Queria Ir para a Escola, da jornalista Adriana Carranca.

“A ação está ligada ao propósito do Itaú Unibanco, que é estimular o poder de transformação das pessoas. Traz engajamento interno e orgulho de pertencimento aos funcionários”, diz Eduardo Tracanella, diretor de marketing institucional do banco. 

Mais conteúdo sobre:
Banco Itaú Malala Yousafzai publicidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.