finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Campo no sul da Bahia começa a produzir gás ainda em 2006

Com reservas de gás natural avaliadas em 30 bilhões de metros cúbicos, o Campo de Manati, no sul da Bahia, deve passar a fornecer, ainda este ano, cerca de dois milhões de metros cúbicos por dia. A produção prevista até março de 2007 é de até sete milhões de metros cúbicos diários do combustível fóssil, o dobro da atual.O anúncio foi feito pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli em visita a Salvador, na tarde de sexta-feira, que adiantou investimentos de até R$ 4 bilhões no estado, até 2011, aí incluídos cerca de R$ 1 bi destinados ao projeto do Gasene, gasoduto que, passando pela Bahia, interligará o Nordeste e demais regiões do sul do País.Descartando a vinculação do anuncio com a campanha ao segundo turno, o executivo baiano disse que estes investimentos ajudam a reduzir a momentânea dependência do gás boliviano,e não culpa a Petrobras pelos problemas com a Bolívia: "Os riscos da exploração multinacional de óleo existem sempre". Manati, na costa de Cairu, a 10km de Morro de São Paulo, exigirá investimentos totais de pelo menos mais R$ 1 bilhão, cálculos da Petrobras.

Agencia Estado,

14 de outubro de 2006 | 11h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.