Cana tem alto rendimento industrial

Maturação da gramínea segue dentro do esperado em Jaú, Piracicaba e São José do Rio Preto

Ana Maria H. de Ávila,

27 de abril de 2011 | 00h34

Clima com características típicas de outono marcou a semana, no Estado. Dias ensolarados e temperaturas com grande amplitude térmica. As reservas de água no solo começaram a baixar em Votuporanga, mas continuam elevadas - 70% ou mais - nas demais localidades analisadas.

A queda da umidade acelerou a maturação dos pomares de laranja de Araraquara, Taquaritinga, Matão e Jaboticabal. O alto preço de mercado incentivou os produtores a começar a colheita da variedade precoce um pouco antes de os frutos estarem totalmente prontos. Com o aumento da oferta, os preços caíram. Após o início das chuvas em setembro, o abastecimento de água se manteve adequado e a safra deve ser bem maior que a do ano passado.

O tempo também favoreceu a maturação da cana em Jaú, Piracicaba e São José do Rio Preto, elevando seu rendimento industrial. Nesta safra a colheita começou mais cedo, quando a cana ainda não tem maturação ideal para a produção de açúcar. A partir de agora, a tendência é de aumento na concentração de sacarose.

O café está entrando em fase de maturação com uma baixa porcentagem de grãos já maduros. A colheita mecânica deve começar no início de maio em algumas localidades. Com o tempo favorável desde a floração, os cafeicultores estão animados com a produtividade e com os preços do produto.

A umidade do solo adequada e tempo firme favorecem as atividades de adubação em cobertura, tratamentos fitossanitários do feijão das secas em Guaíra, Itaberá e Morro Agudo e a colheita do feijão segunda safra em Itapeva e Capão Bonito.

ANA MARIA H. DE AVILA É PESQUISADORA DO CEPAGRI/UNICAMP. PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE TEMPO E CLIMA, ACESSE WWW.AGRITEMPO.GOV.BR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.