Canadá anuncia Toronto como sede da cúpula do G20 em 2010

Governo canadense chegou a sugerir que G-8 e G-20 se reunissem na cidade de Muskoka, onde se reunirá o G-8

Efe

08 de dezembro de 2009 | 04h51

O Governo do Canadá anunciou nessa segunda-feria, 7, que a cúpula de líderes do Grupo dos Vinte (G20, países ricos e principais emergentes) será realizada na cidade de Toronto nos dias 26 e 27 de junho de 2010.

 

A cúpula terá lugar logo antes da reunião do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais industrializados do mundo e a Rússia) que também acontecerá no Canadá.

 

O G8 se reunirá em um centro turístico situado na região de Muskoka, a quase 200 quilômetros ao norte de Toronto, nos dias 25 e 26 de junho do ano que vem.

 

O Governo do Canadá chegou a sugerir que as duas cúpulas acontecessem na mesma cidade, mas os organizadores decidiram separar os dois eventos diante da impossibilidade de hospedar todas as delegações na região.

 

Entretanto, fontes consultadas pela Agência Efe disseram que o Governo canadense ficou preocupado com uma possível perda da importância do país como um dos sete países mais industrializados do mundo caso as cúpulas do G20 e do G8 acontecessem praticamente juntas.

 

O primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, disse, por meio de comunicado, que o G20 desempenhou um papel fundamental para limitar o impacto da crise financeira mundial e que "o Canadá continua exercendo um papel de liderança para assegurar uma recuperação sustentável".

 

Harper acrescentou que a cúpula de Toronto "representa uma oportunidade sem precedentes para manter o impulso necessário para introduzir reformas no setor financeiro que são muito necessárias".

Tudo o que sabemos sobre:
G-20, G-8, economia, Canadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.