Canadá e Coreia do Sul planejam sediar encontros do G-20

Presidente coreano diz que grupo vai discutir gestão pós-crise com foco no crescimento sustentado

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

25 de setembro de 2009 | 15h39

Os líderes do Canadá e da Coreia do Sul disseram nesta sexta-feira, 25, que seus países vão sediar os encontros do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo) em 2010, uma vez que o grupo se tornará o principal fórum de coordenação de políticas econômicas globais, substituindo o G-8. "A cúpula do G-20, senhoras e senhores, tornou-se agora o fórum principal para discutir a cooperação econômica internacional", disse o presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, a repórteres, em entrevista coletiva conjunta com o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper.

Veja também:

link G-20 vai substituir G-8 como principal fórum econômico

link G-20: confira quais promessas foram cumpridas até agora

link Brasil e emergentes colhem vitória com G-20 mais forte

link Ativistas realizam protestos contra a cúpula do G-20

especial ESPECIAL: O G-20 e a crise 

mais imagens Veja imagens da cúpula do G-20 nos EUA

Os dois países "continuarão os esforços em comum para superar esta crise global e também buscar - por meio da discussão da gestão pós-crise e de outras questões cruciais - um crescimento sustentado e equilibrado para a economia global", afirmou Lee. Harper disse que os líderes do G-20 vão endossar esse movimento no comunicado oficial, a ser divulgado nesta sexta.

O Canadá será o local do próximo encontro do G-20 em junho e Harper convidou Lee para sediá-lo em conjunto. O Canadá também vai seguir adiante com os planos de sediar um encontro do G-8 no final de junho, e os eventos devem acontecer em Muskoka, afirmou um funcionário sênior do governo. A Coreia do Sul vai sediar o encontro do G-20 em novembro, em Seul. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
encontroG-20CanadáCoreia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.